sábado, 13 de janeiro de 2018

O Regresso (2015)

O filme O Regresso é baseado na obra homônima de Michael Punke, que por sua vez foi inspirado na história real de Hugh Glass. Dirigido por Alejandro González Iñárritu, e é estrelado por Leonardo DiCaprio, Tom Hardy, Domhnall Gleeson e Will Poulter. Este filme foi lançado em 2015 e foi indicado a 12 Oscar, no qual venceu 3 categorias: Melhor Diretor, Melhor Ator (DiCaprio) e Melhor Fotagrafia.

Sinopse: 1822. Hugn Glass (Leonardo DiCaprio) parte para o oeste americano disposto a ganhar dinheiro caçando. Atacado por um urso, ele fica seriamente ferido e é abandonado à própria sorte pelo parceiro John Fitzgerald (Tom Hardy) que ainda rouba seus pertences. Entretanto, mesmo com toda adversidade, Glass consegue sobreviver e inicia uma árdua jornada em busca de vingança.

O filme começa com um grupo de caçadores no oeste americano, onde seus integrantes lutavam pelo sustento. Por ser baseado na época do século XIX, não vemos por ali meios adequados de cuidar de alguém ferido, e falando nisso, tenho que elogiar a melhor cena do filme: o ataque do urso. Essa cena foi tão realista que fica quase impossível Glass ter conseguido sobreviver, um ataque desses que o filme mostra de uma forma impecável mataria qualquer ser humano, apenas por ver a forma como o animal ataca. Mas, na história real de Glass, ele sobrevive de alguma forma, mesmo sem os devidos tratamentos necessários.

O filme trás o tema da vingança que nutre o coração do protagonista, após um de seus aliados o trair, chegando até mesmo a matar o seu filho e abandoná-lo para morrer. Parece muito que o instinto de sobrevivência de Glass foi o que talvez o tenha salvado a sua vida. E o desenvolvimento do filme irá mostrar a jornada do protagonista atrás daquele que o traiu. Podemos dividir o filme em três partes: o começo de uma caça até o ataque do urso; a jornada de Glass em busca de vingança e o reencontro com John que se segue na luta entre os dois.

Na primeira parte, podemos notar um breve desenvolvimento de alguns personagens, caçando na floresta e enfrentando territórios inimigos. Até que Glass fica sozinho em um local, onde um urso pula pra cima dele, na sequência que conforme já mencionei é a mais alucinante do filme. A luta é brutal e Glass não tem a menor chance, devido a força, o tamanho e o peso do urso, que também é dotado de armas mortais, como dentes e garras. É interessante notar que o protagonista consegue acertar um tiro no urso mesmo estando completamente rasgado. Leonardo DiCaprio segura essa cena de uma forma impressionante, aliás, ele leva o filme todo nas costas!

No segundo ato do filme, Glass após tentar todos os meios possíveis para estancar seus ferimentos, ele inicia uma longa caminhada rumo à sua aldeia. Essa parte do filme é muito cansativa, de fato. Mas, parecia necessário, já que a distância percorrida era longa, e ele não apenas estaria caminhando e parando para comer e dormir. Além de se proteger do frio, ele também se depara com caçadores inimigos, que querem o couro dele, isso até serve para aliviar o espectador, pois acontece justamente na parte cansativa. E claro que acabou obtendo um bom resultado. Além disso, o clima dramático do protagonista não perde o ritmo, mesmo estando em territórios desconhecidos, ele faz de tudo para não morrer. Um baita de um sobrevivente!

Na terceira e última parte, Glass consegue chegar ao seu destino surpreendendo alguns de seus amigos que achavam que ele estava morto. E no clímax, era a hora de acertar as contas com John, o traidor. Mesmo sendo um filme bem longo, vale a pena esperar por estes momentos finais, onde o alcance de maior sucesso do filme ganha espaço. Pois a narrativa é bem feita, não erra quase nada do inicio ao fim. A fotografia, conforme já mencionada, venceu o Oscar da categoria, e muito bem merecida.

O Regresso pode até não agradar quem não tem muita paciência, devido as suas partes lentas e cansativas, mas vale a pena assistir a essa obra. E por saber que o caso de Glass foi real, imaginamos como ele conseguiu sobreviver a um ataque feroz de um urso. Realmente, é um filme digno de ser visto, não apenas pelas ótimas atuações, fotografia e direção, mas também por ser uma boa adaptação de uma história verídica.

Veja o trailer no vídeo abaixo:

2 comentários:

  1. eu adoro esse filme. esse diretor. o protagonista. obra de arte. aqui tá o meu post. http://mataharie007.blogspot.com.br/2016/11/o-regresso.html

    ResponderExcluir
  2. Belíssimo filme sobre o conflito do homem contra a natureza.

    Abraço

    ResponderExcluir