ALIEN, O OITAVO PASSAGEIRO


Ridley Scott era um cineasta desconhecido até que no ano de 1979 ele trouxe para as telas do cinema um dos alienígenas mais famosos e admirados na sétima arte. Estou falando dos Xenomorfos, mais conhecido apenas como Alien. O filme de Ridley Scott conhecido aqui no Brasil como Alien, O Oitavo Passageiro estourou as telas e cativou o público e a crítica. O sucesso foi tão grande que além de obter um grande feito nas bilheterias, chegou a conquistar o Oscar de Melhores Efeitos Visuais. O longa é um clássico do final da década de 70 e é aquele filme obrigatório para qualquer cinéfilo. O filme é estrelado por Sigourney Weaver, Tom Skerritt, Veronica Cartwright, Ian Holm e John Hurt.

Sinopse: Uma nave espacial, ao retornar para a Terra, recebe estranhos sinais vindos de um asteroide. Ao investigarem o local, um dos tripulantes é atacado por um estranho ser. O que parecia ser um ataque isolado se transforma em um terror constante, pois o tripulante atacado levou para dentro da nave o embrião de um alienígena, que não para de crescer e tem como meta matar toda a tripulação.


Uma verdade que tem de ser dita: o Alien é uma verdadeira máquina do terror. E que apesar de também ser uma ficção científica, o filme viria a se tornar uma das franquias mais famosas do gênero. No caso do filme original, quase tudo é feito com perfeição, sua narrativa, atuações, clima de tensão e medo. Ridley Scott marcou época com esta produção, e é considerada a melhor de toda franquia pela maioria do público.

No inicio do filme, o clima pode parecer um pouco parado, mas isso não significa que seja um defeito, por que era necessário que cada tripulante da nave acordasse e interagisse entre si, para que o espectador tenha uma noção de como é estar viajando pelo espaço, além de mostrar como eles iriam se encontrar com o alienígena. Por isso, o clima parado dura muito pouco quando alguns dos tripulantes saem da nave para checar um possível sinal que captaram em um asteroide, e é a partir daí que se dá inicio ao horror que o filme promete.

Achei interessante o fato do filme se passar durante uma viagem pelo espaço, onde era impossível obter ajuda fora para combater a ameaça alienígena. O Alien aparece também em HQs, assim como o outro alienígena famoso, O Predador. O design do monstro é horripilante e só de olhar ele, já podemos perceber sua natureza agressiva. Quando o Alien ataca um dos tripulantes, isso acontece quando um de seus ovos lança um parasita que gruda no rosto da vítima. E ao retornarem para a nave em busca de ajuda, são barrados por Ripley (Sigourney Weaver) que teme que a criatura possa ser nociva e comprometer a segurança de todos na nave, mas o oficial de Ciência Ash (Ian Holm) abre as portas contra as ordens de Ripley. O motivo que o leva a desobedecer é logo entendido antes do final, e não irei mencionar como isso acontece, pois pra quem ainda não viu o filme seria um spoiler grande.


Depois de se recuperar, o tripulante que havia sido atacado parecia bem e sem nenhuma sequela. Mas, apenas parecia. Pois o parasita o havia colocado um embrião dentro de seu corpo que mais tarde iria sair de dentro da vítima quebrando o tórax. E quando isso acontece, começa o inicio de uma caçada pela criatura que cresce muito rápido e que passa a matar os tripulantes um a um. É importante mencionar também que as mortes no filme são de grande impacto, capaz de incomodar pessoas sensíveis. Mas, se você gosta de filmes tensos e bizarros, Alien, O Oitavo Passageiro não deixa a desejar.

A condução do filme ao seu clímax gera efeitos devastadores nos personagens, e vale mencionar uma cena que acontece numa parte do final onde parecia que tudo estava bem, quando de repente a protagonista se vê diante da criatura em um local pequeno e apertado, sem poder mais sair pra nenhum lugar. Fiquei muito admirado com esse clássico e recomendo muito pra quem ainda não assistiu, é uma obra-prima muito aclamada pela crítica e público geral, o filme que inovou o tema sobre criaturas alienígenas e uma das grandes produções que gerou uma boa franquia digna de ser conferida. 

NOTA: 10/10

Veja o trailer no vídeo abaixo:

Comentários

  1. Um grande clássico do cinema.

    ResponderExcluir
  2. Filmaço que misturou ficção e terror de forma perfeita.

    Até hoje é copiado.

    Abraço

    ResponderExcluir
  3. eu adoro esse filme. beijos, pedrita

    ResponderExcluir

Postar um comentário