terça-feira, 2 de outubro de 2018

O GUARDA-COSTAS (2004)


Quero falar hoje sobre mais um filme desconhecido da maioria do público, e que eu recomendo bastante que assistam por que fez parte da minha infância e adolescência e é tão divertido que você dificilmente se esquece de algumas sequências. Estou falando do filme tailandês O Guarda-Costas lançado em 2004, dirigido por Panna Rittikrai e estrelado por Petchtai Wongkamlao.

O filme conta sobre o guarda-costas que não consegue impedir o assassinato de seu chefe, um dos homens mais ricos da Tailândia. O filho dele passa a ser o próximo a sofrer os atentados, tendo que se refugiar em uma favela para escapar da morte, e enquanto isso o guarda-costas procura descobrir quem esta por trás de tudo isso.


O Guarda-Costas mistura ação e comédia na dosagem certa, ainda que pareça em primeiro momento uma comédia pastelão. No entanto, é impossível não se divertir com algumas cenas hilárias que o filme contém. O elenco pode não ser incrível e alguns dos personagens irritantes demais, mas isso pouco importa para a história de modo geral.

As cenas de ação são boas e bem produzidas, o filme não cai no erro de exagerar demais, mas tem momentos que eles forçaram a barra. Uma das coisas que marcaram esse filme é a presença de Tony Jaa, que faz uma participação especial. Talvez esse tenha sido o motivo de dublarem o filme em português e o lançarem diretamente em DVD. Não foi visto nos cinemas e nem na TV. Por isso que é um filme raro e desconhecido.


As cenas de humor são na minha opinião, a melhor coisa do filme! Ainda tem uma pitada de romance envolvida entre o herdeiro rico e uma jovem pobre que vive na favela. Pra não ter que dar muitos detalhes do filme, por que eu quero que vocês assistam, na maior parte, a história se passa na favela, onde o jovem herdeiro se esconde, ali ele conhece a garota por quem se apaixona e ainda ajuda a comunidade com doações, providas de sua herança milionária. Mas, seu esconderijo não será para sempre e os assassinos de seu pai irão até o fim do mundo para encontra-lo.

Por ser um filme desconhecido, talvez você ache que não vale a pena assisti-lo, mas vai por mim, você não irá se arrepender. Claro que ninguém deve exigir uma obra-prima que mereça Oscar, por que esse aqui é um filme muito simples e de baixo orçamento, e quando se trata de divertir o espectador é algo que ele consegue fazer sem muito esforço, e é nesse sentido que faz valer a pena.

 NOTA: 6/10

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Fiquem à vontade para comentar, mas por favor, nada de palavrões, insultos ou qualquer outra coisa que possa ofender o autor do blog e a terceiros. Seria interessante, porém, não obrigatório, que usuários anônimos se identificassem. Bons comentários!