sábado, 7 de abril de 2018

[REC] 2: POSSUÍDOS


[REC] é um filme de terror bizarro que não mede esforços para impressionar o público. Comentamos no mês passado uma breve resenha sobre o primeiro filme (clique aqui), e sem dúvida é uma amostra genial para filmes de terror do estilo pseudodocumentários. Em 2010 veio sua sequência, trazendo a continuação da história e mais revelações sobre o mistério envolvendo aquele prédio em quarentena.

Sinopse: Quinze minutos após os acontecimentos do primeiro filme, um grupo especial de operações é enviado ao prédio lacrado onde dezenas de pessoas foram violentamente infectadas. Junto com o grupo, está um médico que pretende colher amostras de sangue da menina Medeiros, originado da criatura demoníaca de mesmo nome, para desenvolver uma vacina para a terrível doença. Ao adentrarem, encontram o local aparentemente vazio, mas à medida que sobem as escadas, as piores situações começam a acontecer. Até que descobrem que o médico é, na verdade um padre, vindo do Vaticano. Enquanto um a um, todos começam a morrer, e um terrível segredo demoníaco envolvendo o vírus é revelado.


Se nos lembrarmos do primeiro filme, havia uma possível suspeita para a causa da infecção em uma possessão demoníaca, embora ali tivéssemos apenas o conhecimento de uma infecção viral. Nesse segundo filme, a possibilidade para a possessão demoníaca ganha um amplo espaço, e aos poucos iremos compreender como tudo começou. Quando o grupo da SWAT entra no local junto com o padre, eles logo percebem que todos naquele prédio estavam mortos ou infectados, mas a missão deles era outra. O padre presente era quem comandava a missão e só teriam ordens de deixar o local, caso ele autorizasse. E esse padre é obcecado para cumprir seu dever em recolher amostras da menina Medeiros. Sabem quem é essa Medeiros? Se você lembrou aquela criatura bizarra e horrorosa que aparece no final do primeiro filme acertou.


A premissa inicial é muito parecida como uma caçada, mas claro que em vários momentos os papéis se invertem, pois dentro do prédio há pessoas infectadas que atacam os visitantes. Algumas pessoas não gostaram do fato de mudar a causa de infecção para a possessão de demônios, e a menina Medeiros consegue falar através dos infectados. Por esse motivo, [REC] 2 não foi tão assustador quanto o primeiro, mas o mistério envolvendo demônios não é algo fora de contexto, pois já no primeiro filme, essa possibilidade estava em aberta. O que esse filme fez, foi complementar mais ainda a história como um todo, se não fosse assim, não faria sentido já que a menina Medeiros é a fonte de todo esse mal, e que o Vaticano estava envolvido nisso muito antes.


[REC] 2 ainda traz surpresas, como a repórter Ângela Vidal que aparece em determinado momento, e que de algum modo conseguiu sobreviver. Mas, sua participação tem um segredo, uma revelação até surpreendente. E assim como o primeiro, esse filme também termina em aberto. E considerando as cenas de sangue e aterrorizantes, esse é inferior ao primeiro, mas em complemento da história, claro que superou. 

NOTA: 7,8/10

Veja o trailer no vídeo abaixo:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Fiquem à vontade para comentar, mas por favor, nada de palavrões, insultos ou qualquer outra coisa que possa ofender o autor do blog e a terceiros. Seria interessante, porém, não obrigatório, que usuários anônimos se identificassem. Bons comentários!