VELOZES E FURIOSOS


Quem não gosta de uma boa ação envolvendo carros? Confesso que de todas as franquias, Velozes e Furiosos é a minha favorita, apesar de continuarem a produzir sequências caça-níqueis. Não apenas por conter ação, mas por ter uma história simples, porém direta no seu objetivo. O primeiro filme foi lançado em 2001, obtendo um sucesso incrível! Dirigido por Rob Cohen, o elenco conta com um grupo de atores, dos quais eu admiro bastante, entre os principais temos: Vin Diesel, Paul Walker, Michelle Rodriguez e Jordana Brewster. 

Sendo uma história repleta de ação, Velozes e Furiosos veio com tudo para se tornar uma das franquias de maior sucesso no mundo. Começou com um roteiro bem simples, e em suas sequências foi aprimorando e desenvolvendo novos personagens que consagraram o longa em todas as suas 8 fitas. (Já está por vir o 9). O filme mostra o policial disfarçado Brian O’Conner (Paul Walker), que investiga uma gangue liderada por Dominic Toretto (Vin Diesel), que rouba caminhões com equipamentos eletrônicos. Pra quem não sabe, o filme foi baseado em um artigo de uma revista americana Vibe, onde falava de corridas de rua na cidade de Los Angeles. Briam disfarçadamente se infiltra no mundo dessas corridas ilegais, com o objetivo de capturar o principal responsável pelos roubos a caminhões. 


Porém, seu envolvimento com o bando foi tão grande que acaba não efetuando a prisão deles, sem mencionar que ele acaba se apaixonando por Mia, a irmã de Toretto (Jordana Brewster). Também na gangue tem destaque a personagem Letty (Michelle Rodriguez) que namora Toretto e que também está envolvida nos crimes. Falando das corridas, são surpreendentemente incríveis! Uma boa dose de adrenalina faz com nós que assistimos desenvolvemos o desejo de fazer igual, mas sabemos claro, que não é recomendável, afinal de contas, as corridas vistas nessa franquia não passam de ficção, portanto, fiquemos apenas admirando os carros e velocidade ao extremo, essas cenas são altamente obrigatórias para um filme do tipo, já que em seu contexto, exige-se isso de modo direto.

É um tanto irônico o momento onde Briam se mete numa briga com outro amigo de Toretto por causa de Mia, já que este também nutre uma paixão pela bela moça, assim os dois se pegam no bar, onde Mia serve lanches, e como Briam estava indo todos os dias lá pra comer um sanduíche e paquerar a moça, alguns ciumentos se incomodaram. Toretto pede para Briam não voltar mais, mas o jovem apaixonado o desafia para um racha, apostando seu carro caso perca. E não dá outra, ele perde a corrida e seu carro fica todo destruído. E é dessa forma que ele se envolve cada vez mais com a gangue de Toretto, trabalhando na oficina para pagar sua dívida.


Uma ideia interessante é apresentada com um roteiro, podemos dizer assim fraco. Mas não tira de forma alguma o sucesso do longa, que para a maioria dos fãs se trata de um filmaço! Além de ficar muito envolvido, Briam se vê obrigado a ajudar Toretto contra uma gangue de asiáticos, que são donos de uma oficina de preparação de carros. Mas sem revelar sua identidade, Briam percebe que Toretto não é um cara perigoso como essa nova gangue, e que ele apenas trabalha para ter o melhor que pode. Ao se envolver com Mia, o agente Briam põe em risco seu disfarce bem como sua missão. Além de sofrer represálias por parte de seus superiores.

Repleto de ação, o filme é muito bom para os fãs desse gênero. Sem dúvida foi um bom começo para uma franquia que iria se tornar uma das mais conhecidas do cinema americano. O ambiente do filme é bastante acolhedor mesmo quando algumas coisas, como as corridas, por exemplo, fogem de nossa realidade. Mas isso não estraga o pacote! As atuações são divertidas, e se analisarmos melhor, podemos notar que Briam é fascinado por carros e por corridas, e que sem dúvida faz com que sua possível amizade com Dom seja mais fácil de conquistar, além do amor de Mia. Tanto é que ele ganha fama entre as gangues nesse filme e nas sequências. Seu envolvimento acaba mudando tudo na sua vida, mas seu carisma é tão grande que é impossível nós termos raiva dele quando resolve se tornar um “criminoso”. 

 NOTA: 7,8/10
Leia também: 
+ Velozes + Furiosos 
Veja o trailer no vídeo abaixo:

Comentários