quarta-feira, 17 de abril de 2019

PRECONCEITO COM FILMES ANTIGOS. COMO E POR QUE ACONTECE?



É muito comum ver comentários de pessoas que rebaixam produções cinematográficas de antigamente apenas por que são antigos. Por que isso acontece? Bem, eu particularmente vejo comentários assim nas redes sociais quase todos os dias. 

Vamos focar essa matéria com a situação da Netflix, que é o serviço de Streaming mais popular atualmente, e tais exigências para com filmes novos e reclamações com filmes antigos acontecem quase todos os dias. Porém, isso pode acontecer com qualquer serviço de Streaming. 

Por exemplo, em um grupo da Netflix no Facebook onde se podem trocar dicas, falar quais filmes e séries nós assistimos, e recomendar a outras pessoas que não sabem o que assistir, e inclusive isso é muito legal, por que dessa forma ampliamos os filmes que venhamos a conhecer com o passar do tempo. E é aí que entra essa questão dos filmes antigos. Eu cheguei a ver alguém recomendando o filme Clube da Luta de 1999. Daí houve comentários assim:

“É muito velho! Não perco o meu tempo.”

“Por isso o catálogo da Netflix tá podre com tanto filme antigo.”

“Quero coisas atuais.”

Esses são alguns exemplos de comentários que, pelo que parece, detesta filmes antigos. Muitas pessoas criam tretas desnecessárias por conta desses comentários. A Netflix sofre todos os dias críticas dos assinantes que querem filmes novos, e que estão de “saco cheio” com um catálogo repleto de filmes “velhos”. Mas, por que as pessoas agem assim? Vamos tentar entender.

ENTENDENDO AS CRÍTICAS, E POR QUE ELAS NÃO FAZEM SENTIDO

Em primeiro lugar, ninguém é obrigado a gostar de filme antigo. Segundo, é comum as pessoas procurarem coisas novas. E terceiro, e mais importante, resmungar por causa dos filmes antigos só indica o quanto a pessoa é ignorante no assunto e eu vou justificar por que.

Primeiramente vamos refletir em algumas perguntas:

O que é filme antigo pra você?

Por que se limita apenas aos filmes novos? Por acaso já assistiu todos os antigos?

O filme que você assiste hoje e gostou, daqui a vinte, trinta anos será considerado antigo, ele vai se tornar ruim pra você por causa disso?

Sendo curto e franco, preconceito com filmes antigos não faz o menor sentido. Se você viu o filme e não gostou, tudo bem, não é isso que estou querendo destacar, e sim, quando a pessoa não sabe nem do que se trata e por causa da época do lançamento rejeita o filme, sinceramente isso é uma tremenda de uma idiotice! E por que esses tipos de comentários não fazem sentido? É simples, por que a pessoa não pensa que na época tal filme era lançamento, e muitas vezes se trata de um filme bastante famoso, campeão de bilheteria e elogiado pela crítica. Como destaca a terceira pergunta mencionada antes desse parágrafo, o filme que lança hoje, daqui a alguns anos será considerado antigo. E aí, o que essas crianças sem o menor discernimento vão dizer?

O conceito que as pessoas têm sobre filmes antigos variam, muitas consideram já os filmes lançados no ano passado como antigos, enquanto outros consideram antigos os filmes em preto e branco, isso é muito relativo e não há nenhuma regra que faça a pessoa mudar esse conceito. Eu particularmente considero antigos os filmes da década de 80 para trás, eu não considero a década de 90 como antiga, por que eu nasci nesse período, e, é claro que eu não me considero nenhum velho. Hehehe. Porém, ao contrário de certas pessoas, eu não uso o termo “antigo” em um tom pejorativo, como forma de menosprezar tais produções. Muito pelo contrário, eu amo filmes antigos até mesmo aqueles que são bem curtos e não tem nenhum som como, por exemplo, Viagem à Lua (1902); O Grande Roubo do Trem (1903) e A Casa Assombrada (1908).

POR QUE UM CINÉFILO QUE SE PREZE, DEVE DAR VALOR OU PELO MENOS RECONHECER A IMPORTÂNCIA DOS FILMES ANTIGOS?

É importante mencionar que uma grande parte dos filmes que lançam atualmente são refilmagens de filmes antigos, e quando não é um remake, se trata de um tema parecido com o que já foi abordado antes, daí vem os famosos clichês, que ironicamente é criticado por essas mesmas pessoas, interessante né? Hoje em dia, é muito difícil assistir a um filme com uma ideia original, não que isso esteja extinto, mas acontece de maneira muito rara, por isso, o cinema de hoje só está de pé graças às produções antigas e as adaptações de livros ou quadrinhos, isso é indiscutível. Quem consegue analisar detidamente esses aspectos sem esse preconceito, vai concordar com isso.

Algumas pessoas ainda dizem que pra eles, filmes só vale desde a década de 90. Como assim? Sério, eu já vi gente dizer isso. Quer dizer então que os anos que antecedem 1990 não existia o cinema? Francamente meus amigos, esses comentários são agressivos aos meus olhos e ouvidos, por que considero isso como ingratidão para com essa forma de entretenimento que a cada dia vem alcançando mais pessoas, e em muitos casos, muda a percepção de muita gente com as histórias ricas em conteúdo, onde se podem tirar exemplos práticos para a vida. Digo isso por experiência própria, muitos filmes me ensinaram o valor da vida e das conquistas que vamos obtendo no decorrer de nossa estada nesse mundo. O cinema tem mostrado que diante de dificuldades, podemos dar a volta por cima e garantir uma melhoria de vida, tanto em questão financeira quanto emocional.

Além disso, a diversão para com o cinema é algo que até hoje continua de pé com força total, e acredito que nunca irá acabar, mesmo que ideias originais sejam quase extintas. Portanto, a sétima arte não apenas ensina algo, mas também diverte e nos traz momentos inesquecíveis!

Volto a ressaltar: ninguém é obrigado a gostar de nada. Todavia, soa como ignorância e ingratidão para com o cinema julgar como ruins as produções antigas apenas por causa do ano em que foi lançado. Portanto, se você é uma dessas pessoas, o aconselho a rever seus conceitos e principalmente parar com essa birra nojenta pela internet.

AS RAZÕES DA NETFLIX QUANTO AO CONTEÚDO DO SEU CATÁLOGO

Observação: Antes de continuarem essa leitura, eu gostaria de frisar que o que eu escrevo nos parágrafos seguintes é a minha visão das coisas, eu não sou funcionário de nenhum serviço de Streaming ou estúdios de cinema, portanto, se houver alguma informação aplicada de maneira equivocada, antecipadamente peço desculpas, e agradeceria de coração a alguém que possa corrigir quaisquer erros que porventura possam conter nos parágrafos que se seguem.


Mas, por que a Netflix coloca filmes antigos ao invés dos lançamentos do cinema? Amigos, é muito simples responder a essa pergunta. Levando em conta que de modo geral ela é feita por pessoas que cobram ao serviço de Streaming que coloque no catálogo as grandes produções como filmes da Marvel e DC, a pessoa precisa entender que tais filmes são caríssimos! E para uma empresa como a Netflix comprar os direitos dessas produções após serem exibidas nos cinemas, seria necessário que ela aumente a mensalidade da assinatura, caso contrário, irão à falência. E é digno de nota que a mensalidade que eles cobram é muito pouco, sendo que nos cinemas para assistir a um único filme custa em torno de 20, 30 reais. Aqui na minha cidade, o preço do ingresso custa R$ 26,00. E você gasta em uma assinatura de 30 e poucos reais para assistir a uma quantidade ilimitada de filmes e séries disponíveis no catálogo, gente do céu, aí a pessoa está reclamando de barriga cheia!

Quer ver lançamentos? Vá ao cinema!

Quem conhece o Telecine Play que é focado em filmes, principalmente lançamentos, deve ter percebido que demora cerca de 1 ano para que o filme do cinema chegue ao catálogo, antes disso, os filmes ficam no serviço sob demanda, onde você aluga o filme e tem um prazo para assisti-lo antes de sumir, se não estou enganado o prazo são de dois dias, e o preço não é barato, diga-se de passagem. Isso é a forma como o comércio cinematográfico funciona, não é por que o filme saiu de cartaz dos cinemas, que os serviços de Streaming podem colocar nos seus respectivos catálogos, não é assim que a carruagem anda galera. E isso vale para séries também.

E o motivo da demora dos lançamentos surgirem em plataformas como a Netflix, são basicamente estes, é preciso passar um tempo para que os proprietários negociem, e com relação ao preço ser mais acessível para as plataformas, se dar, ao meu ver, conforme o tempo passa. Por isso que existem muitos filmes antigos na Netflix, por que são mais baratos. Não estar satisfeito? Você não é obrigado a continuar com o serviço, mas acho que as pessoas deveriam ao menos se informar como que funcionam determinados provedores e quais são as suas políticas.

Deixo claro que eu estou ciente de que as pessoas que fazem essas brigas e reclamações contra produções antigas são uma minoria, a grande maioria consegue apreciar diversas produções não importa o quanto tempo faz desde que ela lançou. E também, há pessoas mais sensatas que sabem como que o serviço da Netflix funciona.

A IMPORTÂNCIA DE PROCURAR O QUE DESEJA DE UMA FORMA AMPLA E EFICAZ

Para encerrar essa matéria, gostaria de enfatizar a exigência dos assinantes da Netflix para com filmes novos. Acredito que tem ficado claro algumas informações que precisariam ser expostas e que algumas pessoas, talvez estivessem procurando. A Netflix vem produzindo conteúdo próprio já há um bom tempo, esses conteúdos não são lançados no cinema e em nenhum outro lugar a não ser na plataforma do serviço. E isso acontece em diversos serviços de Streaming como Prime Vídeo e HBO Go, todos possuem suas séries e filmes originais. E são coisas novas, de fato, para quem exige conteúdo novo, os serviços têm isso para oferecer. Então, não há motivos para reclamar nesse sentido.

Embora eu concorde que no caso da Netflix, o conteúdo original nem sempre é bom e o fato dela ir removendo diversos títulos do catálogo que não são produções dela, por motivos de contrato, o serviço pode sim deixar a desejar. Nesse ponto, em específico, eu concordo com tais reclamações. Entretanto, não podemos fazer muita coisa daqui já que existem políticas implantadas em tudo o que chega ao catálogo e o que é retirado. Minha recomendação final é que não se limite a apenas uma fonte de conteúdo, há muitas opções espalhadas por aí que você irá encontrar algo interessante. Não tem dinheiro pra tudo isso? Tudo bem, eu também não tenho, mas no fim de tudo, você decide quais métodos utilizará para apreciar as maravilhas do cinema. As dicas e fontes existem, basta você garimpar bastante para encontrar tesouros valiosos, e não seja preguiçoso em ficar de braços cruzados esperando alguém colocarem a comida na sua boquinha.

Muito obrigado por lerem este texto até aqui, nos vemos na próxima!

6 comentários:

  1. Concordo, com seu comentário.Gosto também, de filmes bem antigos e são muitos até preto e branco.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Independente da época, o filme que é bom deve ser assistido. Lembrando que em qualquer época, existem filmes bons e ruins.

      Excluir
  2. Eu por ser um pouco mais velho, vi situações semelhantes desde a época das locadoras de VHS. A maioria das pessoas procuravam apenas os lançamentos. Os filmes antigos ficavam sempre em cantos longe da visão principal dos clientes.

    A tendência de deixar de lado "coisas velhas" aumentou bastante por causa das novas gerações que foram criadas para curtir novidades. Trocar celular a cada seis meses, tênis e roupas novas aos montes, eletrônicos de última geração, ou seja, tudo que foi lançado há mais de um ano se torna velho para este público.

    A escolha de filmes para ver segue o mesmo princípio para a maioria dos jovens.

    Quem realmente gosta de cinema não se preocupa se o filme foi lançado ontem ou produzido há 50 anos. O que vale é a qualidade.

    Abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo Hugo. E devo acrescentar ainda que atualmente, a geração parece ser mais despreocupada com o que tem acontecido muito antes deles. Porém, o motivo de escrever essa matéria foi por conta de julgamentos precipitados e cheios de preconceito, e constantes reclamações um pouco fora da linha. Além da tendência de deixar de lado as coisas velhas e procurar exclusivamente por coisas novas, tem gerado o triste fato das pessoas preguiçosas e acomodadas com o luxo que tem. E em virtude disso, elas acham que as coisas que não são da sua época é puro passado que não faz mal ser desconsiderado, e nesse caso, soa para quem realmente ama o cinema, como desprezo para com a sétima arte. Porém, a matéria não tem o intuito de mudar a opinião de ninguém, apenas faz uma alerta em respeito aos julgamentos de coisas que determinadas pessoas não sabem e não tem conhecimento algum.

      Excluir
  3. Filmes antigos são maravilhosos ! Obrigado pelo trabalho primoroso desse blog.

    ResponderExcluir

Fiquem à vontade para comentar, mas por favor, nada de palavrões, insultos ou qualquer outra coisa que possa ofender o autor do blog e a terceiros. Seria interessante, porém, não obrigatório, que usuários anônimos se identificassem. Bons comentários!