sexta-feira, 3 de abril de 2020

TRIPLA AMEAÇA


Tripla Ameaça é uma coprodução dos EUA, China e Tailândia lançado em 2019. Dirigido por Jesse V. Johnson, esse filme reuniu os principais atores marciais da atualidade. Pelo elenco, o filme poderia ter sido épico! Mas, a falta de criatividade não apenas do roteiro, mas das cenas de luta acabaram por comprometer parcialmente o resultado final. 
São eles: Tony Jaa (Ong Bak: Guerreiro Sagrado - 2003), Tiger Hu Chen (O Homem do Tai Chi – 2013), Scott Adkins (Boyka: O Imbatível - 2017), Iko Uwais (Operação Invasão - 2011), Michael Jai White (O Lutador de Rua – 2009) e Jeeja Yanin (Chocolate - 2008), além destes temos Celina Jade e Michael Bisping.


Um terrorista é resgatado de uma prisão do MI6 para comandar um grupo de mercenários, que tem como objetivo eliminar uma herdeira chinesa militante pelo fim do crime organizado. A prisão aonde acontece o resgate fica no meio de uma selva, e lá acontecem tiros, explosões e luta corporal. Entretanto, dois que estavam no grupo dos mercenários, Payu e Long Fei, são traídos após verem que a missão deles era apenas resgatar o terrorista, e que os reféns lá trancados não significavam nada.

Esses dois interpretados por Tony Jaa e Tiger Hu Chen respectivamente, antes de serem traídos, eles haviam entrado em luta corporal com um lutador local chamado Jaka, interpretado por Iko Uwais, que era esposo de uma das vítimas no local, e consegue fugir com vida. Depois de ficarem para morrer, Payu e Long Fei escapam, salvando também os reféns que estavam presos. Após isso, eles precisam ganhar dinheiro lutando em clubes de aposta, mas acabam reencontrando o lutador do acampamento. Após explicarem a traição que sofreram, eles se aliam para se vingar do grupo terrorista.


Contudo, Jaka some e os usam de isca se infiltrando no grupo dos terroristas, já que eles não sabiam que ele estava no acampamento. Após salvarem a herdeira chinesa, eles passam a ser constantemente perseguidos pelos mercenários que descobrem que eles sobreviveram ao massacre no acampamento, e por isso, eram testemunhas de toda essa conspiração. Jaka promete ajudar os terroristas, mas nada faz contra seus novos amigos, pois seu objetivo é o chefe da gangue que havia matado sua mulher.

Embora o enredo do filme seja fraco e clichê, ele consegue divertir e entreter o espectador amante de filmes de ação. Embora eu considere que levando em conta o elenco monstro, não em atuação, mas em coreografia de artes marciais, o filme poderia ter sido muito melhor. Mas o que se salva em especial, são as cenas de ação. E é o tipo de filme que nos repassa a sensação nostálgica dos filmes nos anos 80 e 90. Há homenagens aos clássicos Rambo: Programado Para Matar (1982); Braddock: O Super Comando (1984) e Kickboker – O Desafio do Dragão (1989).


NOTA: 6,6/10

O filme está disponível no Telecine Play.

Veja o trailer no vídeo abaixo:

2 comentários:

  1. As sequências de lutas são boas, mas longe da qualidade por exemplo dos sensacionais "Operação Invasão I e II" com Iko Uwais.

    O problema maior aqui é o roteiro horroroso.

    Abraço

    ResponderExcluir

Fiquem à vontade para comentar, mas por favor, nada de palavrões, insultos ou qualquer outra coisa que possa ofender o autor do blog e a terceiros. Seria interessante, porém, não obrigatório, que usuários anônimos se identificassem. Bons comentários!