A MORTE PEDE CARONA 2


Após mais de 15 anos, a sequência do clássico A Morte Pede Carona foi lançado diretamente em vídeo e não se espalhou no mundo, talvez muitos até nem conheça. Pois bem, A Morte Pede Carona 2, foi lançado em 2003, dirigido por Louis Morneau. 

A novidade interessante do filme é a volta do personagem Jim Halsey, alguns anos mais velho. Porém, ainda traumatizado com os eventos do primeiro filme, que lhe atormenta a todo o momento, em especial quando está dirigindo na estrada. Jim agora é um policial, no entanto, após matar um homem desarmado, ele é expulso. Ele precisa da ajuda de um amigo que mora no Texas e resolve viajar para lá junto com sua namorada. O que ele não imaginava era ter que entrar na mesma estrada onde ele teve o maior pesadelo de sua vida anos atrás.


Como premissa inicial, o filme estava interessante! Infelizmente, acabou caindo numa onda de clichês, situações genéricas e altamente previsíveis. Os personagens com exceção de Jim Halsey são extremamente irritantes! O vilão não possui origem e tampouco motivação, o roteiro apenas o colocou ali para atormentar o casal. Claro que o vilão do primeiro também não tinha motivo algum para fazer o que fez, no entanto, nesse segundo filme, o novo vilão interpretado por Jake Busey não possui as expressões de um assassino psicopata, ele faz inclusive algumas piadinhas ridículas que não corroboram com nada no filme.

Pouca coisa se salva no filme, e uma delas é a composição de cena, que manteve o clima do filme original intacto. Por outro lado, há pouco suspense, a trilha é fraca, os personagens especialmente a namorada de Jim, são burros pra caramba! A Morte Pede Carona nem precisava de sequência, mas caso fossem fazer, deveriam elaborar um roteiro melhor e mais chamativo, do que apenas repetir a mesma fórmula que antes funcionou. Já cansei de ver exemplos no cinema, onde os produtores tentam aplicar uma tática que antes tinha dado certo, mas acabam caindo na lama.


Não estou dizendo que o filme A Morte Pede Carona 2 é um desastre. Porém, pouca coisa se salva nesse filme, o enredo foi muito mal aproveitado e a direção foi extremamente preguiçosa. Mas, se quiserem dar uma chance, vão em frente. 


NOTA: 4/10

Veja o trailer no vídeo abaixo:

Comentários