SEGREDOS DE ALCOVA (1946)


Segredos de Alcova conhecido também como O Diário de uma Camareira, é um clássico de romance dirigido por Jean Renoir lançado no ano de 1946, protagonizado pela belíssima Paulette Goddard (1910-1990), a atriz que é mais conhecida por ter sido uma das mulheres de Charles Chaplin e por ter participado em seus famosos filmes como Tempos Modernos (1936) e O Grande Ditador (1940). Além de atuar em Segredos de Alcova, Paulette também foi produtora do filme.

O filme conta a história de Celestine (Paulette Goddard), uma camareira que consegue um emprego na casa dos Lanlaires. Ela quer usar sua beleza para seduzir um homem rico, mas o dono da casa não parece uma boa ideia, já que Madame Lanlaire (Judith Anderson) governa o lar com um punho de ferro. Então, ela consegue conquistar o vizinho, Mauger (Burgess Meredith). Mas, quando Georges (Hurd Hatfield), o filho dos Lanlaires, volta para casa, ela acaba se encantando de verdade pelo rapaz.


Esse filme contém uma história bem interessante e parte de uma premissa similar ao filme Ladrão de Alcova , só que com algumas diferenças. O legal de acompanhar é que a protagonista dizia que o amor tem que ser evitado, e que apenas o dinheiro era importante para ela. Sendo uma pessoa ambiciosa e ansiando uma vida melhor, o seu plano em trabalhar na casa dos Lanlaires é o que a deixa focada em cumprir seus objetivos.

Como é óbvio, o jogo teria que mudar após perceber que quem manda naquela casa é a rígida Madame Lanlaire. Mas, a estada de Celestine naquela casa havia um propósito, e a sua beleza é o que tem a atraído. O filme no começo é um pouco chato e sem nenhuma empolgação, mas tenta manter o ritmo diante das atuações, em especial da Paulette. A narrativa é um pouco cansativa, mas não atrapalha muito o resultado final.

O centro das atenções é Celestine, principalmente por causa do seu charme. E o filme ainda explora elementos de intolerância com respeito à classe social e os abusos que há entre patrão e empregado. Isso nos mostra uma crítica social bem feita, embora não seja o foco principal do filme. O roteiro ainda inclui a questão do abuso de beleza, o que no caso de Celestine, ela é forçada várias vezes a se aproximar de alguém para que sua beleza o atraia. Portanto, tanto a intolerância por conta da classe social e da beleza são expostas nesse filme da década de 40.


No entanto, eu esperava mais de Segredos de Alcova, não me agradei, por exemplo, em algumas sequências iniciais e o ato final, que para mim foi um pouco exagerado. Mas, de modo geral, vale a pena dar uma conferida.

Caso queiram assistir ao filme, clique neste LINK do site VK. Ou se preferirem, tem o filme completo no YouTube que está postado logo abaixo. Mas, tem um probleminha. O vídeo do YouTube contém 2 horas e 16 minutos, e a duração real do filme é de apenas 1 hora e 26 minutos, e se você notar no minuto 50 do vídeo, o filme reinicia. Por isso, recomendo que se você for assistir o filme por esse link do YouTube, vá logo para o minuto 50 e comece por lá. Caso contrário, entre no link do VK e veja por lá (mais recomendado). 

NOTA: 6,8/10

Segredos de Alcova (1946) completo no vídeo abaixo (comece pelo minuto 50): 

Comentários