FIREBALL (2009)


Fireball é um filme tailandês lançado em 2009, do gênero ação e esporte dirigido por Thanakorn Pongsuwan. Talvez muitos de vocês que estão a ler este texto não conhece esse filme. Na verdade, ele é mais um daqueles filmes desconhecidos do público, porém, vale a pena dar uma conferida.

Eu assisti a esse filme há muito tempo, se não me falha a memória foi em meados de 2009 mesmo, quando ele chegou às locadoras e nessa época eu gostava muito de alugar filmes. Então, recentemente eu revi o filme e resolvi escrever uma breve resenha do mesmo.

O filme conta sobre Tai, um jovem preso em uma acusação criminal, é expulso graças à ajuda obstinada de seu irmão gêmeo, Tan. Depois de ser libertado, ele encontra Tan em coma com ferimentos graves. A namorada de Tan, Pang, diz a Tai que seu irmão se envolveu em algum negócio arriscado para arrecadar dinheiro para combater o caso de Tai. 


Ele sente-se culpado por seus problemas terem causado problemas a seu irmão. Ele então traça o que aconteceu com Tan, que finalmente o leva ao jogo ilegal de basquete. Tai quer descobrir quem está por trás desse jogo e por que seu irmão foi espancado. Ele finalmente se junta à equipe "Fireball", uma equipe que pertence a Hia Den e cujos jogadores incluem Singha, Kay, Ik e Muek. A fim de descobrir a verdade, Tai comercializa muitas coisas - possivelmente até mesmo sua vida.

Esse é um filme que mistura artes marciais com esporte, além de conter um arco dramático que da força à narrativa. De modo simples, Fireball contém um roteiro clichê e pouco explorado. A história se centraliza em um jogo brutal de basquete, onde os jogadores saem na pancadaria. Quem curte violência extrema, pode gostar do filme.


No entanto, existe uma coisa nesse filme que me incomoda pra caramba: o estilo de filmagem. Principalmente durante as cenas de luta. O que acontece? A câmera treme toda hora, não nos permite apreciar a qualidade da coreografia de luta, que é muito boa! Infelizmente, essa forma do estilo de filmagem acaba por comprometer todo o longa, por que as lutas são a atração principal.

Quando eu vi o filme pela primeira vez em 2009 (já está com quase dez anos), eu não notei esse detalhe, achei o filme muito bom! No entanto, nesse intervalo de tempo, eu acompanhei centenas de filmes do gênero, principalmente os mais recentes como a trilogia O Grande Mestre, a saga Operação Invasão e a franquia O Imbatível, por isso rever Fireball após todos esses anos, foi praticamente impossível não notar a péssima qualidade de filmagem.


Porém, eu sei que o cinema tailandês tem os seus méritos já reconhecidos pelos fãs do cinema oriental, e com respeito ao gênero ação, eles possuem um bom acervo de filmes admiráveis, dos quais já comentei aqui no blog. Mas, Fireball apesar de seus tropeços, é também uma boa experiência por que ele vai abordar uma espécie de esporte semelhante ao basquete, e acredito que para algumas pessoas isso pode ser bem interessante de se acompanhar.

Talvez você curioso para ver esse filme, esteja se perguntando onde eu assisti ele recentemente, já que a primeira vez foi quando eu o havia alugado há 9 anos atrás. Na verdade, eu baixei esse filme pelo uTorrent. Antes disso, eu o procurei online na internet, mas não encontrei dublado, então só resta mesmo o bom e velho uTorrent, caso queiram conferir o filme clique nesse link do ótimo site “Onde Eu Baixo”. 

NOTA: 5,5/10

Veja o trailer no vídeo abaixo:

Comentários