BACURAU


Num futuro próximo, Bacurau, uma pequena cidade brasileira no oeste de Pernambuco lamenta a perda de sua matriarca, Carmelita, que viveu até os 94 anos. Dias depois, seus habitantes percebem que sua comunidade desapareceu da maioria dos mapas, e coisas intrigantes passam a acontecer. Essa é a história de Bacurau, um filme brasileiro de 2019 escrito e dirigido pela dupla Kleber Mendonça Filho e Juliano Dornelles. O filme é estrelado por Sônia Braga, Udo Kier, Bárbara Colen, Thomás Aquino e Silvero Pereira. 

Esse filme não possui personagens protagonistas, o foco da história é a cidade de Bacurau. O roteiro nos insere habilmente na trama acompanhando uma das personagens que faz o seu retorno à cidade. Daí em diante, vamos acompanhando vários eventos que modificam toda uma atmosfera de calmaria e paz. Começando de imediato com a inclusão política na história, colocando na cara do espectador as dificuldades que os habitantes daquela pequena cidade sofrem como abandono, falta de água e cuidados básicos como saúde, higiene, e educação.


E então, somos bombardeados com diversos assassinatos brutais, que em primeiro momento, nos fazem pensar “o que diabos está acontecendo?”. Mas, aos poucos a direção nos conduz às motivações de personagens aleatórios que estão ali para uma “diversão”, em termos simples e direto, nada mais é do que uma verdadeira carnificina de toda a população da cidade. Os personagens de Bacurau se unem para revidar os ataques, e então, o filme desencadeia numa série de mortes sangrentas, como referência difícil de não perceber: o estilo Tarantino.

E o lance do disco voador, acho que foi para dar outro diferencial na história, até mesmo por que, o roteiro assegura se passar em um futuro não muito distante. Então, é razoável de nossa parte considerar que a tecnologia estaria bem avançada, uma prova disso é o aparelho que corta todo o sinal de comunicação no local que fora deixado na cidade por uma das personagens invasoras.

Bacurau é um filme diferente! Contém críticas aos governos corruptos que sugam todos os recursos da população carente. É também um faroeste diferenciado, com ambientação nordestina, e traz personagens brilhantes e excepcionais em seus respectivos papéis. Foi uma grata surpresa! Porém, ao contrário de alguns, não é o melhor filme brasileiro em minha modesta opinião.


Não vou adentrar sobre as motivações dos assassinos aventureiros e invasores de Bacurau, por que seria como soltar um grande spoiler. Mas, se há um motivo para Plot Twist, o filme falha nesse quesito, pois é absurdamente previsível! Todavia, adianto que o clima de suspense é instigante durante a maior parte do longa, pois a cada cena ficamos apreensivos sobre o que vai de fato, acontecer.

Bacurau é um filme premiado em diversos festivais de cinema ao redor do mundo. Venceu o Prêmio Júri no Festival de Cannes; Melhor Filme no Festival de Munique; entre outros. Chegou a ser cogitado para o Oscar, mas não recebeu indicação. 

NOTA: 8/10

Veja o trailer no vídeo abaixo:

Comentários