MESTRE Z: O LEGADO DE IP MAN


Mestre Z: O Legado de Ip Man é um spin-off da franquia O Grande Mestre lançado em 2018. O filme é dirigido por Yuen Woo Ping. No elenco temos as presenças de Max Zhang (Círculo de Fogo: A Revolta), Dave Bautista (Vingadores – Guerra Infinita), Liu Yan (Dupla em Fúria), Michelle Yeoh (da série Stark Trek Discovery) e Tony Jaa (Ong Bak). 

Após a sua derrota para o mestre Ip, Cheung Tin Chi (Zhang), tenta fazer uma vida com seu jovem filho em Hong Kong, esperando por mesas em um bar que atende expatriados. Mas, não demora muito para que a mistura de estrangeiros, dinheiro e líderes de tríades o atraiam mais uma vez para a luta.


O filme conta eventos após o que foi visto em O Grande Mestre 3. Após ser derrotado, Tin Chi se afasta das artes marciais e procura ganhar a vida trabalhando em uma mercearia local. Contudo, sua paz acaba quando cruza o caminho de uma gague, que passa a persegui-lo, chegando ao ponto de tocar fogo em sua casa e na sua mercearia. Ele não vê outra opção a não ser voltar a fazer o que ele sabe de melhor, praticar o Wing Chun.

A trama é bem simples e direta. A direção comete poucos deslizes dentro da proposta inicial do longa. As atuações deixaram a desejar um pouco, no entanto, as cenas de combate são bem coreografadas e bastante tensas! Infelizmente em alguns momentos, houve efeitos exagerados, mas nada que estrague o pacote.


Depois de ficar desabrigado, Cheung começa a trabalhar em um bar, mas sua vida ainda aguardava novos desafios. Além de enfrentar uma gangue, ele precisa confrontar autoridades policiais inglesas corruptas que encobrem os crimes da gangue em troca de propina. Ao meu ver, precisou caprichar mais no roteiro, pois poderia ficar bem mais legal, ao estilo Grande Mestre.

Dave Bautista tem uma participação importante e seu personagem é bem encaixado. Mas, o mesmo não aconteceu com o talentoso Tony Jaa. Ainda que apareça muito pouco em cena, sua participação é muito evasiva e seu personagem fica apenas na interrogação, pois não sabemos como e por que ele está ali. Porém, o seu embate com o protagonista do filme é bem legal de acompanhar. Lutaas muito bem coreografas e, é claro, o carisma que chama atenção.

Vale lembrar que esse filme faz parte da franquia O Grande Mestre, mesmo que Donnie Yen não apareça.

NOTA: 7,5/10

O filme está disponível no Netflix.

Veja o trailer:

Comentários