CORPO FECHADO


Vamos falar sobre mais um trabalho do diretor M. Night Shyamalan. Após o sucesso estrondoso de O Sexto Sentido, Shyamalan dirigiu e roteirizou mais um grande filme intitulado Unbreakable, no Brasil conhecido como Corpo Fechado. O filme foi lançado em 2000 e apresenta uma trama intrigante que prende o espectador diante do mistério curioso envolvendo um sobrevivente de um grave acidente. Corpo Fechado é estrelado por Bruce Willis e Samuel L. Jackson. 

Sinopse: Um espantoso desastre de trem choca os Estados Unidos. Todos os passageiros morrem, com exceção de David Dunne (Bruce Willis), que sai completamente ileso do acidente, para o espanto dos médicos e de si mesmo. Buscando explicações sobre o ocorrido, ele encontra Elijah Price (Samuel L. Jackson), um estranho que apresenta uma explicação bizarra para o fato.


Esse filme é um perfeito exemplo de suspense diferenciado. Tanto o roteiro como a direção consegue atribuir ao filme à dosagem certa para cada cena apresentada, e note: não há uma cena desnecessária, tudo, praticamente tudo tem um propósito. Bruce Willis e Samuel L. Jackson se entregam aos seus respectivos personagens de maneira incrível! A trama contém planos sequência maravilhosamente bem feitos e bem estruturados dentro do contexto geral do longa.

Shyamalan se preocupa em não entregar de mão beijada o plot, antes disso, ele conduz as situações para despertar a curiosidade do espectador como também consegue nos deixar angustiados com tanto suspense e mistério. Corpo Fechado é indiscutivelmente um suspense autêntico e de alto nível que comparado a tantos filmes lançados de 2000 pra cá, ele merece ficar entre os melhores.

A jogada mais genial do diretor na minha opinião, foi de acrescentar o detalhe a respeito de superpoderes, como das histórias em quadrinhos, do qual o personagem de Samuel L. Jackson é um grande fã. O que ele sugeria era que David Dunne tinha sobrevivido sem nenhum arranhão ao acidente no trem graças aos poderes que ele tem. Embora tal ideia seja inicialmente absurda tanto para o personagem de Willis como para nós que assistimos, o filme nos dá uma tremenda rasteira por dar ênfase a teoria de Elijah, fazendo com que sua ideia faça realmente sentido.


Na época do filme, as histórias em quadrinhos de super-heróis ainda não tinham tanta popularidade no cinema como hoje em dia, o que acaba deixando o filme de Shyamalan ainda mais interessante.

Depois de muitos anos, Shyamalan resolveu dar continuidade a essa história intrigante com os filmes Fragmentado (2016) e Vidro (2019), este último, no entanto, eu ainda vou conferir. Mas, para cada um desses filmes, eu escreverei uma resenha aqui no blog. 

NOTA: 8/10

Se você ainda não viu Corpo Fechado, poderá assisti-lo na Netflix.

Veja o trailer no vídeo abaixo: 

Comentários

  1. Gostei bastante da trilogia. Considero que os três filmes estão em um nível semelhante.

    Abraço

    ResponderExcluir

Postar um comentário