domingo, 2 de agosto de 2020

ASSOMBRAÇÃO (2006)


Assombração, título original Gwai Wik é uma coprodução da Tailândia e Hong Kong lançado em 2006. Falado inteiramente em Mandarim (Chinês), o filme foi dirigido por Danny Pang e Oxide Pang Chun, e é estrelado por Angelica Lee. 

Lee Sinje (Angelica Lee), é uma escritora que usa o codinome Chu Xun. Após alguns de seus escritos serem um sucesso, é anunciado em uma noite de autógrafos o próximo livro dela onde abordará temas sobrenaturais. Porém, ao jogar fora um rascunho do seu novo livro, ela se vê diante de um universo paralelo horripilante, repleto de seres fantasmagóricos que a assustam a todo instante, e ela sem saber como foi para ali.


Chega a ser curioso que nesse mundo de fantasmas há seres que conversam com a protagonista, onde um deles explica que tudo aquilo foi ela que criou e jogou fora. Em outras palavras, se trata da história que ela estava escrevendo para o seu novo livro. Mas, aos poucos ela vai perceber que aquele local não é apenas a criação de ideias do novo livro. Muito de vida particular também está ali, esquecidas e prontas para serem removidas desse limbo.

Um dos fatores que elevam o longa a uma direção um tanto dramática, se dá por revelações de sua vida particular. Apesar de ter sido bem enfático ao abordar temas delicados como aborto, eu senti que o filme seguiu uma premissa e de repente jogou ela fora de uma maneira muito bizarra e descomunal. Isso por que no começo, parecia que o terror iria predominar diante de aparições assustadoras e medonhas; e quando chega no segundo ato, nos vemos inseridos em um drama bem pesado.


Assombração está longe de ser desastroso, pois é um filme tecnicamente bem feito e com ótimas atuações! Porém, em questão de roteiro, confesso que o projeto deixou a desejar um pouco, em especial por esse fator citado anteriormente, mas que de alguma forma encaixou melhor a trama em geral. Não ficou incoerente e tampouco cansativo.

Uma das coisas mais legais e chamativas do filme, é que ele nos convida a viajar junto com a protagonista em uma espécie de inferno, mas aquele criado pela mente dela, onde também reside fatores reais da vida de Ting Yin. A abordagem em relação ao aborto foi muito interessante! E isso foi o que mais encantou, apesar de ter a expectativa não preenchida em relação ao terror onde eu pensava que iria se seguir até o fim.


Nessa parte, é onde a protagonista descobre que para sair daquele universo caótico, ela teria que chegar numa área chamada de transição. E ali ela conhece uma garotinha de 8 anos, que eu não vou dizer quem ela é ou o porquê está ali, pra evitar um spoiler pesado a quem ainda não assistiu ao filme. Só posso dizer que foi bem emocionante esses momentos envolvendo a menina.

O horror oriental tem sido bem distribuído pelo ocidente diretamente em vídeo, em especial entre os anos 2003 a 2009. Assombração fez parte dessa onda de filmes de terror orientais que trazem uma história diferente e bem atrativa.

NOTA: 7/10

Veja o trailer no vídeo abaixo: 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Fiquem à vontade para comentar, mas por favor, nada de palavrões, insultos ou qualquer outra coisa que possa ofender o autor do blog e a terceiros. Seria interessante, porém, não obrigatório, que usuários anônimos se identificassem. Bons comentários!